A depressão aumenta os níveis de cortisol – conhecido como hormônio do estresse – tanto em homens quanto nas mulheres, porém apenas elas sentem o efeito desse processo no peso, segundo pesquisa da Universidade do Estado da Pensilvânia, nos EUA. De acordo com a pesquisadora Elizabeth J. Susman, esse hormônio que regula diversas funções metabólicas no organismo pode levar apenas as mulheres à obesidade. Em testes com 111 garotos e garotas com idades entre oito e 13 anos, os especialistas observaram que a presença de sintomas depressivos estava associada com picos nos níveis de cortisol na saliva dos participantes. Mas testes de estresse mostraram que maiores reações do cortisol ao estresse estavam associadas à obesidade apenas entre as meninas.

Baseados nos resultados, os pesquisadores destacam que, “se a depressão for tratada precocemente, isso poderia ajudar a reduzir os níveis de cortisol e, assim, ajudar a reduzir a obesidade”. Por isso, eles recomendam maior atenção dos pais e dos profissionais de saúde a sintomas de depressão entre as crianças, e ressaltam a necessidade de abordagens de saúde pública direcionadas à redução da depressão e da obesidade.
Fonte: http://www.wagnersilvadantas.com.br/